sexta-feira, 5 de setembro de 2008

João em Salvador

Ele sempre me foi uma revelação. Aquela vozinha bem colocada dialogando com o elegante violão executando sambas. E jazz. E bossa. O gênio. Adorado por nomes que eu adoro desde criança - Caetano e Gal - , ele me chegou como luz e alegria, afungentou meu sono numa madrugada no Parque de Exposições, em Salvador, quando eu contava quinze anos de idade e daí: passou a ser uma das vozes que eu mais amo e eu me acho um luxo por reificar o mito que ele construiu sobre si mesmo.
Hoje, 05 de setembro de 2008, ele canta para uma imperdoável seleta platéia no TCA; eu que cheguei, no dia 26 de agosto, às cinco da manhã, e fiquei até às 13h., sem comprar nenhum, nada, não, de ingresso. Fiquei sem vê-lo nesses seus raros momentos sonoros e me perco doendo de raiva e desprazer por perder, talvez, a última chance de assistir o som dissonante de João ao violão, na vozinha que melhor conjuga a inventividade da música popular do Brasil. Não perdôo ninguém! Queria muito muito muito ter ido. Sonhei acordado com minha amiga Verinha as possibilidades de irmos juntos a este show. Ficamos para trás. Mas eu ouço Amoroso. E rezo pela longevidade de João e que o mesmo faça um show no Teatro Dorival Caymmi, no Parque da Cidade, sem nenhuma autoridade, sem nenhum governante, sem nenhum famoso artista, principalmente se nascido em Juazeiro; só nós povão embebidos na clareza musical deste senhor do mundo. O nosso João Gilberto.

8 comentários:

somdoroque disse...

05 Setembro 2008
QUANTIDADE ENORME DE INGRESSOS PARA JOÃO, NA MÃO DOS CAMBISTAS, POUCAS HORAS ANTES DO SHOW - "É 300, 500, 600"
é realmente incrível...

sou um fã de JOÃO GILBERTO

no dia em que começaram as vendas de ingressos para o show desta noite (hoje, 5 de setembro de 2008) fiquei na fila para a bilheteria do TCA desde as dez da manhã, sendo que os ingressos começariam a ser vendidos ao meio dia. antes deste horário fui ao posto de vendas do TCA no SAC do shopping barra e encontrei várias pessoas transtornadas pois, sem avisar a ninguém, pelo menos publicamente, foram distribuidas senhas as seis ou sete da manhã para pessoas que chegaram de madrugada ou dormiram por lá...

somdoroque disse...

quando a bilheteria do teatro foi aberta ao meio dia, fizeram o seguinte esquema: entravam grupos de dez pessoas para comprar... quanto terminavam de comprar, essas pessoas saiam e mais dez entravam. em meia hora (talvez um pouquinho a mais, uns 40 minutos) os ingressos esgotaram. várias pessoas que estavam bem na frente da fila disseram que só entraram 5 grupos de 10 pessoas, ou seja um total de 50 pessoas entraram para comprar ingresso. se cada uma comprou o capacidade máxima de compra (que eram 4 ingressos por pessoa), foram vendidos 200.

nos últimos dias tinham ingressos sendo vendidos no mercado livre:
um por 500, outro por 550 e outro, pasmem, por 1100 reais. realmente as pesssoas que compraram estes ingressos e estavam revendendo-os estavam pensando que estvam em tokyo ou new york.

somdoroque disse...

além do mercado livre várias comunidades e perfis foram criados no orkut:
"vendo joão", "ingresso joão gilberto", "joão gilberto em salvador", entre outros.

os valores variavam de 280 reais nos piores locais à 600 reais nas melhores localizações do teatro.

vi um amigo colocar no status do gtalk "quero ingresso de joão". mas fiquei achando que aquilo seria impossível para mim por causa dos valores pedidos nos ingressos pelas pessoas que estavam vendendo.

acabei conseguindo comprar o meu em torno de 17 horas por 100 reais. e era uma meia numa fileira bem longe do palco. tive que ir ao tca trocar por uma inteira, e paguei mais 15 reais para isso. mas a felicidade já começava a transparecer. agora sabia que iria ao show de joão.

somdoroque disse...

quando fui ao TCA fazer a troca de meia por inteira, vi dois caras na porta principal do teatro. estavam com ingressos na mão e eu encostei pra perguntar por quanto estavam vendendo. queria saber quantos ingressos os caras tinham e mais informações. me fiz de desentendido, como quem está interessado em comprar. perguntei, quanto estava o ingresso. os caras perguntaram, mal encarados, vc quer vender ou comprar?
comprar, disse eu. eles disseram que tinha de todo preço. e comecei a ver que eles tinham MUITOS, MAS MUITOS ingressos, era algo absurdamente grande. acho que só os dois tinham ualgo em torno de uns sessenta ingressos, e vi que tinham outros cambistas por ali. fiquei fazendo perguntas, querendo saber onde ficavam mais ou menos cada fila e tal e os caras tiraram do bolso um mapa da platéia e começaram a me explicar "é trezentos, quinhentos e seiscentos" e começaram a me mostrar os ingressos que tinham. eu continuava me fazendo de bobo e querendo saber mais e mais, e vi que os caras tinham ingressos em todos os locais possíveis do teatro. incrível. comecei a entender que na realidade eles não tinham só aqueles ingressos, mas tinham muito mais. e me perguntavam: você quer em que fileira? quer mais perto do palco, mais no meio, masi pra um lado, mais pra outro. achei engraçado tudo aquilo. e ao mesmo tempo vergonhoso.

somdoroque disse...

olhe a situação:
vai acontecer um show de um grande artista. muita gente comenta e tal. esse show está na programação do maior teatro da cidade e é patrocinado por um grande banco, o ITAÚ. centenas de pessoas vão comprar ingressos no dia marcado. em emia hora estes ingressos são totalmente vendidos. nos dias subsequentes um monte de gente negocia no mercado negro, kkkkkkk. e no dia do espetáculo quase na hora do show, existem centenas de ingressos nas mãos de cambistas...

incrível não...

acreditem, do jeito que os caras me mostraram e falaram sobre as localizações, mostrando o mapa da platéia e tudo, posso dizer que são profissionais. agora, pergunta: como esses caras conseguiram essa quantidade tão grande de ingressos? esses ingressos são deles mesmos ou eles simplesmente estão vendendo para alguém?
posso dizer que os ingressos estavam intocados, não pareciam ter sido comprados separadamente, um a um. pareciam sim um lote inteiro, entendem?

somdoroque disse...

bem

felizmente, eu, como fã da MPB e particularmente de joão, consegui compara um ingresso, suadamente, na raça, num péssimo local, diga-se de passagem, mas foi o que pude conseguir. não sinto nenhuma "dor na consciência" por ter comprado o ingresso na mão de alguém, afinal, sei o quanto sofri debaixo de um sol infernal para tentar comprar na bilheteria.

fico simplesmente triste, por saber que as coisas por aqui são sempre assim, e a beleza sempre vai pro ralo nas águas da esperteza...


ainda agora a poucos momentos da hora marcada pro show tem um monte de gente querendo negociar ainda pela internet...

já encontrei há pouco ingressos de 150 e até de 70...

depois conto mais...

somdoroque disse...

tô indo pro show

e não quero me lembrar disso na hora que estiver ouvindo a voz doce e sincopada do mestre.

espero simplesmente que joão, hoje a noite, seja simplesmente joão.

somdoroque disse...

visite o meu blog

http://somdoroque.blogspot.com/