sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Obama: Prêmio Nobel da Paz


Não sei do sentido de nada disso. Mas gosto de saber de um homem negro resplandecendo-se neste nosso mundo tão desigual, racista e medíocre. Nem sei se Obama embute graves mediocridades; não sei de suas perspectivas políticas mais profundas e se ele representa o novo para nós, os carentes do novo. Agrada-me sua negritude, beleza, elegância e conquista nestes tempos de muita dificuldade estadunidense. Gosto da imagem de Obama; preferia Lula por achá-lo mais íntegro à noção de paz; não sendo Lula, que seja Obama. Axé!

3 comentários:

Carlos Barros disse...

Que o símbolo se converta cada vez mais em Ação!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Axé, Obama!

Ioh. disse...

Marlon,

Se eu tivesse tentado exprimir exatamente o que pensei quando soube que Obama havia ganho o Prêmio Nobel da Paz, eu não o teria feito melhor do que você.

Independente de qualquer coisa, gosto da "ironia" de ter sido um estadunidense a ganhar e gosto do reconhecimento de ter sido um negro.

Sucesso, Axé.

Marlon Marcos disse...

Querida, quanta saudade!!!!