segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Los Hermanos implodindo-nos na Concha de Salvador


Não, eu não fui. Mas aqui dentro é como se estivesse ido. Há tempos que esta ex-banda, que eu detestava, me traduz em vários sentidos. Nasce daquela musicalidade, com efeito em vozes comuns, que faz versos íntimos ao horizonte de qualquer alma amorosa. Uma festa que dói. Lugares de uma única procura. Junção de influências exprimindo novidades. Eu estava lá na euforia juvenil de alguém descobrindo o mundo e ansiando pelo bom que a vida dá... Ao meio de música e poesia, da beleza se espraiando, e o amor movimentando todos os acontecimentos. Los Hermanos é assim. Ainda mais na Concha Acústica do TCA, em Salvador da Bahia.

Um comentário:

bentocasmurro disse...

Meu querido amigo, foi divino, sonhador, maravilhoso. Só de perto para te contar que AQUELE DIA foi para mim um divisor. LOS foi uma consagração de tudo que havia ocorrido. Meus cabelos da cabeça se arrepiavam. Senti a minha presença inteira, ali. Grande beijo.