domingo, 26 de outubro de 2008

DVD - Omara Portuondo e Maria Bethânia


Ali o mundo é pura felicidade. O canto de matriz cubana, negro, inteiro, simples de uma senhora que canta sublimemente: Omara Portuondo. A serena presença da cantora que enche de beleza nossos olhos e de alegria nossos ouvidos. Um dos projetos fonográficos mais expressivos para a cultura no mundo dos últimos anos. Suave resgaste da nossa latinidade reinventada na América, mais por índios e negros. Música é perfume e não sai da memória: Lacho - maganetiza com a dramaticidade de avó de D. Omara, cantando pra Iemanjá Iyá Lodê, também Rainha de Cuba.

Do outro lado, ela, aos 62 anos cantando daquele jeito, longeva, cantora projetista, ativista cultural do Brasil que ela acredita e defende. Um marco da canção popular brasileira, soltando a voz com os ares de diva dos quais ela não abre mão. Reverente a D. Omara, tratando-a com a delicadeza merecida.Linda mulher. Aquela leveza de corpo num canto precioso de sereia nordestina - água e terra e seca e frescor- que abre nossos olhos para nós mesmos sem que evitemos os outros. Ela, D. Maria. A filha de D. Canô, que faz no DVD a interpretação definitiva de "O Ciúme", do mestre Caetano. Nessa canção ela se entrega atriz sem se perder da cantora - sob medida e linda. Que mulher linda é Maria Bethânia.

Duas imperdíveis. O Brasil, Cuba, a América, o mundo, agradecem.

2 comentários:

Sueli Borges disse...

Hummm...já sei o que pedir nos famigerados amigos-secretos do natal...hehehe.
Beijos, meu querido amigo!

Carlos Barros disse...

Preciso ouvir o São Francisco dividido entre os cantos de Caetano, Bethãnia e Gal.

Caetano em Pernambuco entoa.
Gal em Juazeiro sopra a melodia.
Bethânia por sobre as águas e embaixo do céu, recita as notas.

Como sempre, referências são pilares.

E, quem sabe, em algum momento, um violão de Gilberyo toque as harmonias nordestinas desta toada de cantador nordestino vinda de Santo Amaro?

Abração!!!!!!!!!!!!