terça-feira, 7 de outubro de 2008

Senhorzinho do mar e da guerra

Igor Torves
Ele abriga a paz no sorriso
Veste-se de verde pra guerrear
E brinca e brilha como criança.
Alcança a esfera da inteira amizade
A distância se faz saudade
Quando perto é puro contentamento.
Sua ausência é deserto
Mas nunca desesperança,
Ele sempre pode voltar...
Deixar a vida com sentido
Na inscrição da sua condição eterna
Menino,
Que vigora nossos olhos e nossa percepção
Quando do centro da sua vaidade
A beleza é a melhor encenação.

Um comentário:

Igor disse...

so posso agradecer a adimiracao q vc tem por mim....
vou copiar pra mim e guardar marlon!!
abracao do seu amigo!!