terça-feira, 12 de maio de 2009

Filho dileto de Iemanjá

Sou mesmo: inteiro, intenso, amoroso, fiel. Nada nem ninguém me separa Dela - conhecimento, sabedoria, adivinhação, nada. Ela sou eu como SIM ao mundo e sua água salgada me protege e adoça. Sigo em frente. Mãe que não desgruda de mim : Azulzinha e Verde. Força minha. Rainha somente. Iyá do meu destino. Vida em abundância em cores do meu fascínio. Amor. Amor. Amor. Amor. Odô Iyá.

2 comentários:

Sueli Borges disse...

lindo! como sempre. e ainda por cima dileto. bjs

Luna disse...

Me sinto da mesma forma. Filha dileta da Minha Sagrada Mãe Yemanjá, que é tudo em mim, Senhora do meu destino.