quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

De mim para mim



"Eu não vou gostar de você porque sua cara é bonita
O amor é mais que isso
O amor talvez seja uma música que eu gostei e botei numa fita
Eu não vou gostar de você porque você acredita
O amor é mais que isso
O amor talvez seja uma coisa que até nem sei se precisa ser dita".
"Vozes queridas, vozes ideais
daqueles que morreram ou
daqueles que estão
perdidos para nós, como se mortos".
"Você desconversa, você pode tapar o sol
E me desconcerta
Deixando o meu sangue sem sal
Você atravessa o sentido de cada sinal
Que eu mando de dentro do azul
Desse amor que é só seu afinal, só meu afinal
Tão forte querendo eu me multiplico por mil
Você não está vendo há uma coisa que é você e eu
Que brilha no espaço no tempo no céu e no chão
Que arde mesmo aquém e além
Desse jeito de eu dizer que sim e você que não
Um dia você vai voltar
Como numa canção do passado
Dizendo que fui muito burra
Em não atender ao chamado".

3 comentários:

Michelle disse...

4 homenagens para Bárbara e nenhuma menção para a Senhora da água doce? Assim eu fico querendo...
Você vem ver Betha em Sampa????
Ta tudo lindo aqui, no seu blog...

Marlon Marcos disse...

Amo você. Uma saudade doce.É verdade, esqueci minha Nossa Senhora da Conceição! Beijos.

Michelle disse...

Uma saudade cheia de Fé! Razão de Felicidade!