segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Do mítico feminino europeu










Sereias são símbolos da Dinamarca. Fascínio: mulheres do poder absoluto entre o alimento do corpo e a fruição da alma. Compósitos do mistério e da imaginação humana. Elas existem. São perigosamente cantoras. Lança de muitos desejos que habita etereamente o fundo do mar. Poesia que deslinda segredos e nos faz criar. Silêncio: o mar calmo da Bahia, a Lua em luz soberana em uma noitinha nos lugares daqui; brisa sacralizando o momento; a vida sem tempo num frescor desmedido da beleza e elas dançam e cantam, são amálgamas da deusa iorubana Iemanjá.

Um comentário:

Katia disse...

E MUITO LEGAL SE EXISTE MESMO,QUERIA SER UM GLUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU[NEYEF PR GUARAPUAVA]