segunda-feira, 30 de março de 2009

Amada Amante

Esse amor demais antigo
Amor demais amigo
Que de tanto amor viveu
Que manteve acesa a chama
Da verdade de quem ama
Antes e depois do amor
E você amada amante
Faz da vida um instante
Ser demais para nós dois

Esse amor sem preconceito
Sem saber o que é direito
Faz as suas próprias leis
Que flutua no meu leito
Que explode no meu peito
E supera o que já fez
Neste mundo desamante
Só você amada amante
Faz o mundo de nós dois.
Roberto Carlos/Erasmo Carlos

Post scriptum:

Esta canção paira sobre a vontade maior dos amores. É a íntegra publicação daquilo que mais se quer: amor amigo amante. Um relato da alma dos Carlos que tão simples e verdadeiros cantam o amor em nosso imaginário. É uma canção invenção da cultura amorosa entre nós brasileiros e invade o peito atemporalmente. Uma louvação do encontro de dois segurando-se juntos ante o torpor da vida, da dureza da vida, o desgaste da vida...O amor única salvação nesses dias e noites de prejuízos e solidão. Amor- canção de um homen entregue à sua mulher.

2 comentários:

Carlos Cardoso disse...

Parabêns pelo belo blogue. Serei frequentador assíduo.

Abraçossssssss

Carlos Barros disse...

Onde é que assina embaixo, mesmo???????????????