sexta-feira, 18 de junho de 2010

Adeus, Saramago

Saudades ficam... Pela luta por justiça social constante e pela grande literatura. Sua morte cala palavras. Que se faça silêncio!

Um comentário:

saidel disse...

"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais." (José Saramago)

Falar? Não é necessário.