domingo, 28 de fevereiro de 2010

Gal Costa e Chico Buarque: A mulher de cada porto


Profícua tríade musical: Gal, Edu e Chico...
ELE
Quem me dera ficar meu amor, de uma vez
Mas escuta o que dizem as ondas do mar
Se eu me deixo amarrar por um mês
Na amada de um porto
Noutro porto outra amada é capaz
De outro amor amarrar,
ah Minha vida, querida, não é nenhum mar de rosas
Chora não, vou voltar
ELA
Quem me dera amarrar meu amor quase um mês
Mas escuta o que dizem as pedras do cais
Se eu deixasse juntar de uma vez meus amores num porto
Transbordava a baía com todas as forças navais
Minha vida, querido, não é nenhum mar de rosas
Volta não, segue em paz
OS DOIS
Minha vida querido (querida) não é nenhum mar de rosas
ELE
Chora não
ELA
Segue em paz
Edu Lobo/Chico Buarque
P.S.: Volta, para que eu fique em paz.

Um comentário:

altair paim disse...

Gal está na sua perfeição...
Este disco de Chico e Edu Lobo
o corsário do rei tem seu lugar no nosso cancioneiro..
Abraço