quinta-feira, 13 de maio de 2010

Memória


Amar o perdido
deixa confundido
este coração.


Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.


As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão




Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.
Carlos Drummond de Andrade

Um comentário:

Sandra Machado disse...

Marlon que saudade de você!
Você não sabe o quanto este blog é elogiado, eu já passei para todos que te adoram e sentem muito a sua falta. Te adoro meu MESTRE BRILHANTE!
Tô com um presente de Vêronica pra você, é um DVD, relacionado a cultura afro. Beijos mil pra você! SAUDADES!!!