quinta-feira, 13 de agosto de 2009

O nome da cidade

Marlon Marcos ( Rio de Janeiro)
Adriana Calcanhotto


Ôôôôôôô ê boi! ê bus!

Onde será que isso começa

A correnteza sem paragem

O viajar de uma viagem

A outra viagem que não cessa

Cheguei ao nome da cidade

Não à cidade mesma, espessa

Rio que não é rio: imagens

Essa cidade me atravessa

Ôôôôôôô ê boi! ê bus!

Será que tudo me interessa?

Cada coisa é demais e tantas

Quais eram minhas esperanças?

O que é ameaça e o que é promessa?

Ruas voando sobre ruas

Letras demais, tudo mentindo

O Redentor, que horror!

Que lindo!

Meninos maus, mulheres nuas

Ôôôôôôô ê boi! ê bus!

A gente chega sem chegar

Não há meada, é só o fio

Será que pra meu próprio rio

Este rio é mais mar que o mar?

Ôôôôôôô ê boi! ê bus!Sertão, sertão! ê mar!

Caetano Veloso

P.S.: dia 21/08 estarei lá de novo. Fé em Iemanjá e Oxaguian( na mesma altura).

3 comentários:

Edu O. disse...

Oh mulher linda, assim como o rio e assim como vc.

Marlon Marcos disse...

Te amo, Edu. Sua sensibilidade, seu talento e sua gentileza comigo. Beijos,viu?

Michelle disse...

essa sua foto merece uma parede inteira, uma parede virando janela! to procurando aqui a postagem sobre "motriz"...